domingo, 19 de janeiro de 2014

Sistemas de merda


Sistemas estruturantes da racionalidade
são a engenharia radiosa do teu ser
que se afunda e emerge na bidimensionalidade
de fatal e exuberante ângulo de não-viver

Revestido a vidro sem preocupação amontoado
esse edifício sem arquitecto competente cede
poeticamente pouco a pouco humanizado
e essa fachada de mármore já nada impede

Orientado para a solidão o teu funcionalismo
relega-te para o cartesiano solipsismo
onde vives auto-suficiente sem aparente coração

Mas as bases que te sustentam são frágeis
e apesar dos teus esforços sobre-humanos e ágeis
nada permanecerá de pé – esses Sistemas ruirão


Sem comentários: