domingo, 13 de outubro de 2013

(sem título)


Sabes a que soa a madeira a estalar? A que soam as raízes fundas e fortes ao serem arrancadas pelos dentes metálicos das máquinas?
É um som que crepita e que rasga. É um som que fende o chão.
É esse o som dos nossos passos neste mundo.



Sem comentários: