domingo, 14 de julho de 2013

(sem título)


raspa toda a alma, rasga-a
sangra-a e exibe-a como troféu
             - vejam o que alcancei:
             o buraco supremo que brilha nos pulsos
             o dejecto aceso da ignorância suprema



Sem comentários: