domingo, 3 de fevereiro de 2013

(sem título)


mastigo os ossos secos que encontro nos caminhos
         sabem a bolos doces saídos do forno

a vida sabe melhor quando a digerimos na totalidade



1 comentário:

Leda Dylluan disse...

Quero muito saboreá-la como uma coisa só, sem ter de fazer escolhas, sem medo do arrependimento.

peixe à beira mar