domingo, 24 de fevereiro de 2013

líquido


recusas-te à vida
à água de deus
não deixas que ele se venha
no teu caminho
negas-te ao poder
não te espojas
no deus derramado
os cães fazem-no
e são felizes
dá-te ao deus
roça-te nele
e em êxtase
consome a vida



1 comentário:

Leda Dylluan disse...

Soberbo!

peixe num lago de nenúfares