domingo, 2 de dezembro de 2012

o mar e as coisas nos ossos


um amor imenso pelo mar
pelas dunas e pelo céu

a água no peito
as plantas nas mãos

o cheiro

o sal no rosto
e nos dedos que se levam à boca


Sem comentários: